quinta-feira, 31 de maio de 2012

Feira de Negocios COPERAGROPAP - PADRE PARAÍSO-MG






                                                                                                                                                    


 
COOPERAGOPAP@COOPERAGOPAP.COM.BR

    


1ª FEIRA DE NEGOCIOS REGIONAIS DA
  COOPERATIVA AGROINDUSTRIAL DA AGRICULTURA FAMILIAR DE PADRE PARAISO E REGIÃO                    (COOPERAGROPAP).
CONSTITUIDA NO ANO DE 2008
                                                 Local Praça Águas Marinhas centro.

Parceria: PREFEITURA MUNICIPAL DE PADRE PARAISO COM AS
 SECRETARIAS DE EDUCAÇÃO, SAUDE E AÇÃO SOCIAL,       
SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE PADRE PARAISO         
                  SENAR – MG-SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL

Realização: COOPERAGROPAP:
Apoio: Prefeitura Municipal
Coordenação: Divisão de Alimentação Escolar
Elaboração: José Mauro do Nascimento                                  Contato: (33) 84447677



Justificativa

A 1ª Feira de negócios da Cooperativa da Agricultura Familiar de Padre Paraíso, tendo como referência a 1ª Feira do Mel realizada de 13 a 15 de junho de 2008 com grande repercussão. A Feira terá a participação dos pequenos agricultores familiares rurais do município de Padre Paraíso e cidades vizinhas, com o intuito de divulgar e propagar nas instituições de ensino que seguem as determinações da Resolução 38 de 16 julhos de 2009, os produtos fornecidos para a alimentação escolar e outros itens de produção artesanal.

Objetivo

A Resolução 38, de 16 de julho de 2009, determina que dos recursos repassados do PNAE/FNDE para a alimentação escolar, deverá ser investido no mínimo 30% do valor na aquisição de itens do pequeno agricultor familiar rural. A Cooperativa promove a 1ª Feira de negócios da Agricultura Familiar de Padre Paraíso/MG com os seguintes objetivos:

1- Realizar a exposição, em local, público, dos itens produzidos e/ou confeccionados pelos cooperados e associações do município e região;
2- Promover a interação produtor X mercado consumidor, apresentando aos Diretores de Escolas Municipais e Estaduais a diversidade e a qualidade dos produtos que já são, e que poderão ser produzidos e agregados à alimentação escolar;
3- Estimular o pequeno agricultor familiar a investir na produção e diversificação para atender a demanda quanto ao Programa de Alimentação Escolar;
4- Orientar os produtores rurais sobre a importância que a Agricultura Familiar exerce na valorização das boas práticas e na segurança alimentar e nutricional, como no fornecimento de produtos in natura e hortaliças minimamente processadas 100% sem agrotóxicos;
5- Incentivar a prática da diversidade de produtos que já são tradicionais no mercado municipal e regional;
6- Oferecer um espaço para integração dos produtores de alcance educacional através de palestras e cursos pelo SENAR-MG voltados ao produtor;                                          
7- Permitir interação do produtor com empresas de agronegócios, como bancos, fornecedores, clientes e empresas de extensão rural;   
8- Promover a valorização dos homens e mulheres do campo, e pelo homem e mulher urbano.


Público alvo

O presente projeto será realizado com a participação e parceria da Prefeitura Municipal, SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS, SENAR-MG: SERVIÇO NASCIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL DE MINAS GERAIS, e ASSOCIAÇÕES dos produtores Familiares, entre outros agricultores que desejarem participar, Diretores das Escolas Estaduais e Municipais, representantes da EMATER, do CAE – Conselho de Alimentação Escolar e demais Conselhos, representantes da Sociedade Civil e representantes de Cidades vizinhas, além do público circulante da cidade. Gerando um mínimo de 1.000 pessoas participando da feira.
Desenvolvimento
            A previsão para a realização do evento é nos dias 20, 21,22 e 23 de junho de 2012, e sua organização se dará em quatro passos; A saber:
1º passo – Divulgação da realização da 1ª Feira de Negócios da Cooperativa Agroindustrial da Agricultura Familiar de Padre Paraíso e Região, esclarecimentos e levantamento do número de interessados;
2º passo – Promover a inscrição dos interessados para firmar a organização da Feira e apresentar o Regulamento aos participantes;
3º passo – Estender os convites aos palestrantes e demais convidados;
4º passo – Providenciar espaço adequado, com barracas, palco, cadeiras (durante o evento), Som, seguranças, banner para divulgação do evento, faixas, carro de som, sacolas personalizadas do evento, crachás personalizados para os participantes, banda para o show cultural.
Cronograma de atividades

Sugestão de cronograma de atividades: os eventos iniciaram no mês de Maio com atividades de 06 cursos aplicados pelo SENAR-MG nas áreas de Trabalhador na Olericultura básica de cultivo orgânico 40HS. Trabalhador na Fabricação de Melado, Açúcar Mascavo e Rapadura 40HS, Trabalhador na produção de Conservas Vegetais ,Compotas,Frutas Cristalizadas e Desidratadas Geléias e Doce em Pasta 40Hs.Corte e Costura Artesanatos de Tecido c/ Peças Femininas Básicas sob;Medida 40HS. Artesanatos de Fibras Naturais 40HS. Trabalhadores na Olericultura Básica, Colheita, pos- colheita e comercialização 40HS.

 Os eventos acontecerão simultaneamente à Feira nos seguintes horários

·      Quarta Feira dia 20/06 às 7h30min - abertura Oficial da Feira com Prefeito Municipal, e das Secretárias de Educação, Saúde e Assistência Social.
·      Das 18HS às 22HS SHOW Musical com cantores da terra valorizando a cultura local e regional.
·      Nos dias 21e 22 os trabalhos dos feirantes iniciaram as 08: HS e findarão às 22HS com shows musicais e apresentações teatrais.
·      Dia 22 Sexta Feira as 20hs Apresentação do MURION CIA DE TEATRO com o Espetáculo; “AQUI VOCE NÃO ENTRA” Direção: Fernando Limoeiro.
* No dia 23 encerramento às 18HS dos trabalhos com a palavra a Direção da Cooperativa para as considerações finais.
Durante o evento os participantes poderão fazer contatos importantes sobre compra e venda de produtos.
A todo o momento as Escolas poderão fazer visitas á Feira com alunos, pais e funcionários.
Durante a Feira os produtores poderão trocar experiências com produtores das Cidades vizinhas e as empresas presentes.
Custos do evento

Os custos serão rateados e pagos com dois recursos, um proveniente da prefeitura e outros patrocínios de acordo com as tabelas a seguir:

Prefeitura Municipal
Descrição
Custo
Sonorização
                -
Barracas
 Assistência Social
Faixas para divulgação da Feira
-
Carro de som para divulgação
-
Café para expositores, palestrantes e convidados
-
Iluminação




PATROCINIOS

Descrição
Qtd
Custo
Crachás personalizados para os participantes
100
 R$ 50,00
Banner em lona (90x60cm)
02
 R$78,00
Camisas para o evento
         60
 R$780.00
Show musical
04
 R$800,00
Banner em lona 120x080
01
 R$98.00
Cartazes - 4x0 cores – couches 115 grs.
100
 R$495,00
Frete
01
 R$50.00
TOTAL
-
 R$2.429,00


Cotas de Patrocínio

As cotas serão oferecidas aos candidatos patrocinadores da seguinte forma:

Formas de Divulgação
Valor
Dois Banners (90 cm x 60 cm)
 R$ 156.00
camisas
            R$780.00
Show musical
            R$800.00
Cartazes em papel couches
   R$ 495.00
Banner 120x60cm
R$130,00

Todo valor arrecadado será destinado a cobrir os custos do evento. Um relatório será elaborado e repassado a todos os colaboradores patrocinadores.

Inscrição de produtores e associações

Para a exposição de produtos, serão destinados stands que serão ocupados por produtores e associações que assim desejarem e se inscreverem. O formulário de inscrição conterá os seguintes campos:

  • Nome do Produtor:
  • CPF:
  • Telefone:
  • Localização da propriedade:
  • Associação:
  • Produtos que irá expor:
  • Entrega para Escola?
  • Entrega para CONAB?
  • Vende no Mercado?
Recomendações para o uso dos stands:

  1. Arrumação de 7HS às 8HS
  2. Desarrumação das 21HS às 22HS
  3. Lixeira
  4. Os produtos devem ser frescos.
  5. Material para degustação deve ser descartável.
  6. Cuidado para contato dos alimentos com insetos.

Normas do stand

            Cada stand terá tamanho padrão e poderá ser aproveitado em todo seu espaço interior pelo patrocinador. No espaço externo ao stand não poderá ser colocado material impresso e publicitário com exceção de um banner na porta do stand para identificação deste. A identificação do Stand será por conta do usuário.
            Os stands que serão usados pelos produtores e associações deverão conter banca para exposição dos seus produtos e identificação de cada um. Sugere-se que alguns produtos sejam oferecidos para degustação dos participantes da feira.
LOCAL DOS CURSOS
Os cursos vão ser realizados na Sede Campestre do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e no Salão de Costura da Comunidade do Córrego Comprido todos com duração de 40HS. Os materiais para uso dos alunos serão cedidos pela coordenação do evento. Os certificados serão entregues ao final do curso, Obs.: “Quem se ausentar da sala não terá o certificado”
SUGESTÕES:
Os temas sugeridos para as palestras envolvem à. “Agricultura Familiar na Produção de Alimentos” para uma “Alimentação Escolar saudável” visaria mostrar ao produtor sua importância no fornecimento de alimentos para as cidades e a qualidade do alimento como um diferencial para uma alimentação saudável e fundamental para o melhor desempenho das crianças na escola.
“O Cooperativismo” mostra as vantagens da associação do homem do campo e a importância do espírito cooperativista, além de usos práticos para que elas possam ser mais colaborativas para o desenvolvimento rural sustentável.
Avaliação

O evento será avaliado durante todo o momento para ser aprimorado para a 2ª Feira de Negócios Regionais da Agricultura Familiar no ano seguinte. Ao final será distribuído um questionário de auto-aplicação para alguns participantes, os produtores nos stands e as empresas patrocinadoras.
Resultado

Tendo em vista o empenho da Cooperativa, em realizar este evento com parceiros na melhoria da qualidade da alimentação escolar, desenvolvimento rural sustentável, visando o abastecimento de alimentos para o município e o crescimento econômico espera-se:
  • Aumentar ofertas, diversificar e expandir os produtos agropecuários;
  • Profissionalizar atividade rural;
  • Promover a valorização de homens e mulheres do campo;
  •  Ampliar contatos importantes para venda dos produtos;
  •  Impulsionar e fortalecer a produção Rural, por meio de seus produtores, acarretando desenvolvimento do agronegócio local e regional.


Padre Paraíso, 08 Março de 2012







Inscrição de produtores e associações

                                         Endereço para envio da inscrição.
                                 Rua Araçuaí Nº50 sala E centro P.Paraíso


Para a exposição de produtos, serão destinados stands que serão ocupados por produtores e associações que assim desejarem e se inscreverem.

  • Nome do Produtor:
  • CPF:
  • Telefone:
  • Localização da propriedade:
  • Associação:
  • Produtos que irá expor:
  • Entrega para Escola? (  ) Sim    (  ) Não
  • Entrega para CONAB? (  ) Sim   (  ) Não
  • Vende no Mercado Local? (  ) Sim    (   ) Não
  • Trabalha em Feira Livre? (  ) Sim   (  ) Não
Recomendações para o uso dos stands:

  1. Arrumação de 7HS às 8HS
  2. Desarrumação das 21HS às 22HS
  3. Lixeira
  4. Os produtos devem ser frescos.
  5. Material para degustação deve ser descartável.
  6. Cuidado para contato dos alimentos com insetos.

Evento há realizar-se nos dias 20, 21,22 e 23 de Junho de 2012 na Praça das Águas Marinhas em Padre Paraíso MG.
Sua presença é muito importante para o reconhecimento do trabalho que o pequeno produtor realiza.
Assinatura do participante--------------------------------

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Irmão Edson Clama por Justiça Critica Autoridades Municipais de Padre Pa...

Irmão Edson Clama por Justiça Critica Autoridades Municipais de Padre Paraiso-MG





Irmão Edson  Prega o Evangelho de Jesus e critica autoridades Municipais de  Padre Paraíso, em Praça Publica, alegando que a sua pregação incomoda e que outros sons como festas, carros de sons e outros veículos com equipamentos sonoros transitam pela cidade dia e noite até altas horas pertubando a população sem ser percebidos pelas autoridades.








Fotos.




















Realmente o Irmão Edson gostaria que após várias reclamações, fosse cumprido o que determina o código de postura do Município a saber: "Lei Complementar 86/98 e Lei 288/2005" e Decreto-lei 3.688/41 - Lei Federal.
E louvável  a sua atitude corajosa, por ser o único cidadão a fazer tal reclamação em Praça Publica.

 







terça-feira, 22 de maio de 2012

Prefeito Agradece Presidenta Dilma




Prefeito de Padre Paraíso-MG - Agradece Presidenta Dilma Pela Parceria.


Prefeitura Expõe Máquina em Praça publica.


 Fotos. 

 Maquina Adquirida Pela Parceria Pro-Aquisição de mais uma Máquina - Para o Município  de Padre Paraíso - MG.







 Fotos



Fotos.












PREFEITO O POVO TAMBÉM AGRADE...

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Pe. Paraiso-MG.






Prefeitura de Padre Paraíso começa revigoração da Praça Olímpio Tavares.  


                                                                Fotos do canteiro de Obras

 
Fotos do Canteiro de Obras.








Demorou...  + ...

terça-feira, 8 de maio de 2012

FALECIMENTO






Sepultado Hoje em Padre Paraíso-MG.
 Manoel Aldrovando  “ Vaninho.”



Cidadão que prestou relevantes serviços as comunidades do Vale do Jequitinhonha.

domingo, 6 de maio de 2012

MISSA E FESTA DA PARÓQUIA - EM PADRE PARAISO






PARÓQUIA N. SENHORA MÃE DA IGREJA
Pároco: Frei José Natalino




Crismados mais de 150 Jovens

 Momentos da Crisma














 



Consagração



























Grupo Ir ao Povo Criado p/ Pe. Zezinho.



sábado, 5 de maio de 2012

O GARIMPEIRO








Garimpo de pedras garimpo de consciência: Veja a nossa História retratada em obra de arte.

       Quem vem até a nossa cidade de Padre Paraíso percebe que se encontra hoje na entrada da cidade uma maravilhosa obra de arte onde retrata a família de um garimpeiro que pelas circunstância sociais e econômica é obrigado a deixar a família para  a caça dos inusitadas pedras preciosas que poderão ser a redenção   social e individual de sua família.


            O trabalho duro e os constantes riscos advindo de luta e da bravura rumo a esta abstenção pela busca de melhores condições de vida, faz do garimpeiro um símbolo de referência de luta para nosso povo. O estigma e o preconceito impresso à imagem do  garimpeiro como homem aventureiro, estende-se hoje a todos os  trabalhadores de Padre Paraíso e do  Brasil, que pelas circunstâncias sociais, politicas e econômicas do momento, não mais nos permite fazer previsões  segura a respeito de nosso trabalho e dos resultados advindo do mesmo. Neste sentido, todos somos garimpeiros aventureiros.

            A nossa vida  se assemelha  a um   grande garimpeiro, todos  apostam num futuro melhor e  jogam em  busca disso. Os túneis  escuros,  os calos nas mãos  misturam-se com as escolhas que fazemos em nossas  vidas que nem sempre são muito claras e confortáveis, mas que dão sentido a nossa existência  e dos nossos  sonhos fortalecendo nossa fé empurrando-nos em direção de querer encontrar algo de melhor na vida e para nossa  comunidade. Com  isso, emana do interior da terra e da nossa alma as força necessárias para superarmos a escuridão dos tuneis da vida, riscos e as dificuldades das imensas barreiras .
            Indo em direção a uma luz que sempre surge no fim do árduo trabalho.
            A luz de inicio representa o cascalho a onde a pedra preciosa se encontra misturada com outras pedras não preciosas.
            Após a lavagem, emerge do meio de outras pedras a maravilha que todos os garimpeiros procuram: a água marinha ou crisoberilo. Neste momento, não importa muitas vezes o tamanho ou a cor da pedra. Sai de dentro da alma do garimpeiro a sensação de que valeu a pena acreditar, apostar, ter esperança.
            Dai o significado da segunda obra de arte que se encontra na entrada da cidade de Padre Paraíso para quem vem do Nordeste em direção ao sul do país.
            O garimpeiro volta á sua casa com a pedra preciosa para entregá-la a família.
            A obra de arte muitas vezes não só retrata a realidade como também expressa desejos de como gostaríamos que ela fosse. A busca pela pedra preciosa  que outrora  dispersam a família ,torna-se elo de ligação aglutinação  da mesma. A pedra neste sentido é muito mais que um simples mineral, ela transcende o seu  significado revelando o próprio sentido de nossa existência .A verdadeira  água marinha e o crisoberilo é o nosso povo. Precisamos de muitos garimpeiros de alma que cultive a nossa cultura que acreditem que muitas pedras preciosas estão por vir do interior de nossa terra, através do trabalho de nossa terra, através do trabalho de nossos educadores, de nossos agentes sociais, de nossos lideres etc. É preciso criar igualdade de oportunidade a todos.
            Quantos talentos estão escondidos igualmente às pedras Preciosas? Preciso de gente que tenha persistência igual aos garimpeiros, precisamos fazer de padre paraíso verdadeiro garimpo de talentos. E que a imagem preconceituosa referente ao garimpeiro, venha transformar-se naquele que é capaz de acreditar nos seus sonhos, na sua força e sobre tudo em maravilhas que o olho físico não vê.


Professor: Manoel Viana de Souza.



              





Obs: Texto inédito encontrado numa Agenda de Manoel Viana de Souza, que aqui publiquei com a autorização de sua família.

Fotos e postagem: Valseque Bomfim