terça-feira, 7 de outubro de 2014

EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO




EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO
150 ANOS DE ILUMINAÇÃO DE  CONSCIÊNCIAS E LIBERTANDO MENTES







            A primeira revelação divina que veio ao mundo através de Moisés para libertar o homem da escravidão do Egito e da escravidão da ignorância em que viviam os Hebreus das diretrizes divinas trazendo os 10 (dez) mandamentos das leis de Deus e códigos civis para orientar o povo Hebreu acerca de seus diretos e deveres perante o próximo inaugurou para a humanidade o obediência a um único Deus e a cumprir a sua lei de justiça, sendo que mais tarde o próprio profeta Isaías profetiza a vinda do messias que iria libertar o povo judeu da opressão de Roma.

      Esta profecia se cumpriu no nascimento de Jesus que veio ao mundo nascido em uma manjedoura mostrando a sua humildade e mais tarde quando escolhe os seus discípulos e começa a sua jornada de amor, luz, abnegação e anuncia a boa nova aos homens libertando os homens não de Roma mas libertando de si mesmos ou seja conscientizando os homens a amar a Deus  sobre todas as coisas e ao próximo a si mesmo e em obediência as leis  anteriores disse que “não vim destruir a lei mas dar-lhe cumprimento, (Mateus Cap V Vers 17,18) dizendo ainda que “Tendes ouvido o que foi dito, amará o teu próximo e aborrecerás o teu inimigo, mas Eu vos digo amais os vossos inimigos (Mateus Cap. V Vers. 20, 43, 47) se referindo a Lei de Talião ou olho por olho dente por dente que Jesus começa a conscientizar a todos ao perdão das ofensas.

Jesus cumpriu a sua missão com maestria e mostra ao mundo uma nova mentalidade acerca de obediência a Deus por que anteriormente bastava cumprir a lei , porém Jesus disse: Se quiserdes fazer o bem a mim fazei a um destes pequeninos, mostrando que não basta só obedecer a Deus é necessário ama-lo e só se consegue amar a Deus é fazendo o bem ao próximo mesmo que seja o nosso inimigo.


     Mas Jesus profetiza um outro consolador : Se me amais, guardai os meus mandamentos. E eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro consolador, para que fique eternamente convosco, o Espírito da Verdade, a quem o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece. Mas vós o conhecereis, porque ele ficará convosco e estará em vós. – Mas o Consolador, que é o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito. (João, XIV: 15 a 17 e 26) mais o  consolador veio ao seu tempo consolar os aflitos e sobre carregados que é o espiritismo, dizendo que somos espíritos imortais, que nossos sofrimentos são oriundos de faltas antes cometidas em outras vidas pois se Deus é justo e o é, como explicar um Deus que permite que nasça uma criança muda, surda, paralítica,  enferma e doente mental sem poder aproveitar na adolescência as brincadeiras infantis, os jogos o estudo e seus pais sofrendo amarguradamente a angustia do dia a dia desta criança vendo o seu sofrimento, como é justo uma criança que nasça em um berço milionário e um que nasça na África, convivendo com as guerras, aids, vírus ebola, fome  e a morte dos seus mais queridos. É... muitos falarão é a vontade de Deus, mas se é a vontade de Deus que é justo e bom não há de ter um também motivo justo para sua vontade?, pois Jesus disse: Quem dentre vós dará uma pedra a seu filho, se este lhe pedir pão?
E, se lhe pedir um peixe, dar-lhe-á uma serpente?
Se vós, pois, que sois maus, sabeis dar boas coisas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai celeste dará boas coisas aos que lhe pedirem.
(Mateus 7:9-11).


.   É Jesus dizendo que Deus é bom e justo e tudo o que acontece conosco é por causa de algo anterior não nesta vida mas em outras vidas é a reencarnação mostrando a justiça de Deus.
Ainda a respeito da reencarnação Jesus ainda fala: Aquele que escandalizar, porém, a um destes pequeninos crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma grande mó e o lançassem ao fundo do mar. Ai do mundo, por causa dos escândalos. Porque é necessário que sucedam escândalos, mas ai! daquele homem por quem vem o escândalo. Ora, se a tua mão ou o teu pé te escandalizam, corta-o e lança-o fora de ti. Melhor te é entrar na vida manco ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo do inferno. E se o teu olho te escandaliza, tira-o, e lança-o fora de ti. Melhor te é entrar na vida com um só olho do que, tendo dois, seres lançado no fogo do inferno. Vede, não desprezeis algum destes pequeninos, porque eu vos declaro que os seus anjos no Céu, incessantemente, estão vendo a face de meu Pai, que está nos Céus. Porque o Filho do Homem veio salvar o que havia perecido. (Mateus, 18: 6 a 11)
   E se o teu olho direito te serve de escândalo, arranca-o e lança-o fora de ti; porque melhor te é que se perca um de teus membros, do que todo o teu corpo ser lançado no inferno. E se a tua mão direita te serve de escândalo,
corta-a e lança-a fora de ti; porque melhor te é que se perca um dos teus membros, do que todo o teu corpo ir para o inferno. (Mateus, 5: 29 e 30).


    A doutrina espírita veio ao seu turno também libertar o homem da ignorância espiritual que nos revelou através de espíritos  sábios (espírito da verdade)   a importância  de sermos melhores  a cada dia de fazermos o bem para merecemos irmos  para moradas melhores como disse Jesus “Na casa de meu Pai há muitas moradas”  (João Cap. XIV, Ver. 7, 12) e ainda a doutrina espírita explica  que somos espíritos imortais que sobrevivemos a morte como Jesus fala com Moisés que já havia morrido a anos:
Cerca de uma semana depois de Jesus claramente dizer aos Seus discípulos que iria sofrer, ser morto e ressuscitar de volta à vida (Lucas 9:22), Ele levou Pedro, Tiago e João a um monte para orar. Enquanto orava, Sua aparência pessoal foi transformada em uma forma glorificada, e as suas vestes tornaram-se brancas deslumbrantes. Moisés e Elias apareceram e falaram com Jesus sobre a Sua morte que aconteceria em breve. Pedro, sem saber o que estava dizendo e sendo muito medroso, ofereceu-se para organizar três abrigos para eles. Sem dúvida isso é uma referência aos estandes utilizados para celebrar a Festa dos Tabernáculos, quando os israelitas habitavam em cabanas por sete dias (Levítico 23:34-42). Pedro estava expressando um desejo de permanecer naquele lugar. Quando uma nuvem os envolveu, uma voz disse: "Este é o meu Filho, o Escolhido; ouçam a ele!". A nuvem se levantou, Moisés e Elias tinham desaparecido e Jesus estava sozinho com os discípulos que ainda estavam com muito medo. Jesus advertiu-lhes a não contarem a ninguém o que tinham visto, pelo menos até depois de sua ressurreição. As três narrativas deste evento são encontradas em Mateus 17:1-8, Marcos 9:2-8 e Lucas 9:28-36, ou seja Moisés volta para dar o testemunho que somos imortais e sobrevivemos a morte física.


    Nestes 150 anos de evangelho segundo espiritismo onde vimos tantas pessoas libertarem de vícios, doenças e mudarem de atitudes perante a vida só nos resta a agradecer a Deus pois hoje somos homens melhores e como Alan Kardec nos diz se reconhece o verdadeiro espírita pelos esforços que faz para domar as suas más tendências é este o nosso objetivo esforçarmos para sermos melhores a cada dia, servir a Deus e a Jesus e ao próximo e não  importarmos com as críticas pois Jesus falava , Quem tem ouvidos para ouvir, ouça, Mateus 13:9
falando que nem todos estão a altura de compreender  as coisas  espirituais.

   Que Jesus ilumine a todos.

Fraternalmente.



                 Aldrin Fernando e Silva





Nenhum comentário:

Postar um comentário