sexta-feira, 20 de março de 2015

Reunião adiada

 A Associação dos Moradores de Marambainha informa que a reunião marcada para dia 21 sábado, foi adiada para o dia 28 deste.

Adiamento:

Estava previsto para a Direção da Copasa/Copanor está presente, porém nenhuma resposta foi dada até o momento.

Reunião:

Em razão dos fatores precários e descaso da empresa responsável pelo tratamento de água e esgoto, assim como a distribuição. Além de cobranças indevidas nas contas emitidas aos usuários, que parte deles já havia desligado os medidores, por se sentirem lesados, aconteceu a primeira reunião, onde grande parte dos moradores questionou o abuso.

Com o apoio da imprensa

O “Coruja do Vale”, noticiarista dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, sendo comunicado, estiveram no local comprovando os questionamentos e denuncias, dos moradores.

Paralisação

Caso a empresa e seu órgão conveniador (Prefeitura), não tomem providencias, será organizado um protesto, com a paralisação de todo povoado na BR116, onde o acesso está também comprometido com a segurança pública, por acontecer no trajeto, especificamente no Lajedo, pedágios de bandidos com assaltos aos que por ali trafegam.

Sem Trevo
O Acesso acima citado tem a entrada de veículos oriundos do norte e sul pela BR116, onde correm o risco de acidentes por não haver, redutores de velocidade ou qualquer alerta de segurança.

 Reunião adiada

A Associação dos Moradores de Marambainha informa que a reunião marcada para dia 21 sábado, foi adiada para o dia 28 deste.

Adiamento:

Estava previsto para a Direção da Copasa/Copanor está presente, porém nenhuma resposta foi dada até o momento.

Reunião:

Em razão dos fatores precários e descaso da empresa responsável pelo tratamento de água e esgoto, assim como a distribuição. Além de cobranças indevidas nas contas emitidas aos usuários, que parte deles já havia desligado os medidores, por se sentirem lesados, aconteceu a primeira reunião, onde grande parte dos moradores questionou o abuso.

Com o apoio da imprensa

O “Coruja do Vale”, noticiarista dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, sendo comunicado, estiveram no local comprovando os questionamentos e denuncias, dos moradores.

Paralização

Caso a empresa e seu órgão conveniador (Prefeitura), não tomem providencias, será organizado um protesto, com a paralização de todo povoado na BR116, onde o acesso está também comprometido com a segurança pública, por acontecer no trajeto, especificamente no Lajedo, pedágios de bandidos com assaltos aos que por ali trafegam.

Sem Trevo
O Acesso acima citado tem a entrada de veículos oriundos do norte e sul pela BR116, onde correm o risco de acidentes por não haver, redutores de velocidade ou qualquer alerta de segurança.

Fonte: Metzker - Coruja do Vale.

Nenhum comentário:

Postar um comentário