quinta-feira, 30 de abril de 2015

MAGIA DO CINEMA EM PADRE PARAÍSO


Foragido é preso em Padre Paraíso


Em 29 de abril de 2015, quarta-feira, durante patrulhamento pela rua Joaquim Alves Lopes. o suspeito ao perceber aproximação da viatura, tentou ligar a motocicleta em que estava, uma HONDA CG TITAN placa HBE6190, quando foi percebido que se tratava de LMAP, foragido da justiça e conhecido como "TARUGO".
LMAP  preso em virtude de mandado de prisão e  pelos crimes de desobediência  e resistência. Depois preso foi encaminhado a Delegacia Regional de Pedra Azul-MG.










quarta-feira, 29 de abril de 2015

Operação Batida Policial em Padre Paraíso


Assim como em outros finais de semana, Padre Paraíso tem recebido reforço da cidade de Itaobim, onde se localiza a sede da Polícia Militar responsável pela região desta cidade. Em 25 de Abril de 2015, sábado, uma guarnição composta pelo Asp Guerra, Sgt Kele e Sd Luiz se juntaram aos militares do pelotão, Sgt Júnior, Sgt Maia, Sd Vespermann e Sd Wolff quando patrulharam toda a cidade em duas viaturas.

 A denominada Operação Batida Policial consiste em abordagens a pessoas e veículos na busca de criminosos, objetos ilícitos, veículos furtados ou roubados, etc. Vários pontos de suspeita de tráfico de drogas foram verificados, várias pessoas foram abordadas e tiveram suas fichas criminais analisadas.

Decorrente da operação, foi recuperada uma moto furtada, uma removida por infração de trânsito, outras duas liberadas para condutor habilitado e removida uma motocicleta com os sinais de identificação adulterados já que esta encontrava-se com o lacre da placa de identificação rompido e chassi com numeração raspada.

Homicídio na zona rural de Caraí


Em 26 de abril de 2015, domingo, por volta de 10h, na Fazenda Santa Rita, Ponto do Marambaia, a PM acionados por um funcionário da Prefeitura Municipal de Caraí, foi relatado que havia uma vítima de homicídio na zona rural de Caraí. A guarnição policial se deslocou para o local onde encontraram o corpo de MCRS caído em um matagal próximo de sua residência com sinais de violência, pois se encontrava com corte de objeto tipo faca na região do pescoço e com sinais de violência sexual.

A genitora  da vítima, relatou que quem a levou para o matagal foi um morador daquela região. A irmã da vítima disse que logo após o fato viu o autor citado pela genitora em um barraco onde ele mora no mesmo local com as vestes e mãos sujas de sangue.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Tiroteio no Ponto de Marambaia



Em 26-04-2015 Zé do Bar relata que reunia com seus familiares preparando para um jantar, de repente uma moto barulhenta para em frente seu estabelecimento comercial localizado no Ponto de Marambaia município de Caraí-MG. um dos motoqueiros tirou uma arma de um saco e deu uma rajada de tiros,  quebrando garrafa e atingindo um individuo que estava ao seu lado com três projeteis de arma de fogo. 

A vitima foi socorrida e encaminhada ao Hospital Nossa Senhora Mãe da Igreja em Padre Paraíso e posteriormente removida para Teófilo Otoni em uma ambulância do município devido ao grave estado de saúde. 

Zé do Bar reclama da falta de  segurança no povoado e que a  mais ou menos trinta dias sofreu um  assalto cujos indivíduos também não identificados  levaram todas as mercadorias do seu estabelecimento comercial e pede proteção para si e seus familiares.

sábado, 25 de abril de 2015

Caminhão & Carrinho de mão em Padre Paraíso.

Por volta das 09h:40mim o caminhão placa HML-0259 Ponte Nova -MG transitava pala pista lateral da BR-116 ( Av. Minas Gerais) sentido norte, segundo testemunhas que na divisão do espaço físico o carrinho de mão tocou no eixo traseiro do  caminhão provocando o acidente e que com o impacto o carrinho de mão atingiu o pé da vitima. O menor que transitava praticamente imprensada devido a veículos estacionados dos dois ladas da via. PM foi acionada comparecendo no local a Guarnição composta pelo Sag. Maia e Sd. Wolf. A vitima foi socorrida por terceiros e encaminhada ao Hospital local.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

SAMU DESCASO COM IDOSO


Em  23-04-2015 por volta  das 11h:30min  deparamos com uma idosa tombada em um canteiro na Praça Águas Marinhas em Padre  Paraíso, diante do fato ligamos para 192 SAMU central de Teófilo Otoni por varias vezes chegando até  solicitar ajuda da PM local, devido a demora no atendimento. A paciente ficou aproximadamente mais de uma hora para ser atendente, queremos aqui registrar o descaso e a falta de repeito  das autoridades com a  saúde   dos Idosos do Vale do Jequitinhonha. 

terça-feira, 21 de abril de 2015

domingo, 19 de abril de 2015

Agressão no Kabanas Bar em Padre Paraíso.



Na madrugada do dia 19-04-2015 por volta de 01h:00 min  conforme relatos da testemunha ( C. de J. ) chegou em casa com varias  marcas de agressão pelo rosto e com sangramentos; sendo trazido por.P"  residente no Bairro Vila Vieira e outros não identificados.
 uma pessoa por " B " dono do Bar denominado Kabanas Bar, relatou que a vitima foi agredido por "M.C

Socorrido pela equipe do SAMU a vitima foi   levada ao Hospital Nossa Senhora Mãe da Igreja de Padre Paraíso, onde foi atendido e, segundo laudo médico encaminhado para tratamento cirúrgico em Teófilo Otoni, devido a gravidade dos ferimentos: fratura mandibular e sangramento oral com perda de dentes.

A PM foi acionada pela equipe medica do SAMU e apos rastreamento  os autores foram presos.

A Delegada de Plantão da Delegacia Regional de Pedra Azul, orientou a guarnição policial que fosse feita a liberação dos presos e testemunhas e orientados  a  comparecerem a delegacia nesta cidade no próximo dia útil subsequente,  uma vez que o lapso temporal entre o fato e a solicitação feita à policia militar descaracteriza o flagrante delito. 

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Acidente Carreta & Moto na pista lateral da BR-116 em Padre Paraíso.





Em 17-04-2015 por volta da 07h:10min Aiune Gomes, pilotava    a Moto Honda CG 150 Titan KS -2007 cor  preta placa-HGA-4783 Padre Paraíso-MG

Conforme informação da  testemunha um taxista que transitava no momento e presenciou o acidente, uma Carreta Scania cor branca e verde, carroceria de madeira, transitava pela pista lateral lado  direita da BR-116 rumo ao sul (Avenida Minas Gerais), na ultra passagem a moto foi jogada para fora da pista provocando o acidante.  Não foi possível a identificação correta da  placa  (Q   7258-BA).

 O motorista da carreta evadiu do local sem prestar  socorro a vitima.

A vitima foi socorrida pelo SAMU  e encaminhada ao Hospital Nossa Senhora Mãe da Igreja locar e encontra em observação.

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Acidente fatal em Almenara



 Em 15/04/2015, por volta das 20h:40min, na cidade de Almenara/MG. A guarnição PM compareceu Travessa Teófanes de Almeida, 48, Bairro São Pedro, onde ocorrera acidente de trânsito.

 Os militares depararam com um individuo caído ao solo, no interior de um cômodo de uma residência. A. F. DAS VIRGENS, 23 anos, já se encontrava sem sinais vitais.

 As testemunhas relataram que a vitima conduzia uma motocicleta em alta velocidade, momento em que perdeu o controle do veiculo vindo a chocar-se contra a parede de uma residencia, que houve a ruptura da parede da residência, vindo o condutor a ser arremessado junto com a motocicleta para dentro do cômodo.

 Uma equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) compareceu no local e confirmou o óbito em virtude de traumatismo múltiplos. 

A Pericia Técnica realizou os trabalhos de praxe no local e liberou o corpo para a Funerária Teófilo Otoni e familiares da vítima. 

Foi constatado que o condutor é habilitado em categoria diferente a do veiculo que conduzia. 

. O veiculo Honda/Tornado, Placa HBP 8478 Almenara/MG foi removido pelo guincho até o pátio conveniado ao DETRAN. 
Fonte:  BO PM nº 2213/2015; 


segunda-feira, 13 de abril de 2015

Apreendida em Padre Paraíso Carreta Roubada.


Em 13-04-2015 por  volta das 09h:00min  o Auto Socorro Paraíso foi acionado  pela seguradora para guinchar  a Carreta Volvo-440 placa NZJ-6480 Feira de Santana-BA  Bi Trem com 02 tanques  que estava estacionada  desde o dia 12-04-2015 na pista lateral da BR 116 lado direito destino norte.

Tratava-se de um veiculo da Trasp, Veredas que estava sendo  rastreado  pela seguradora  cuja  localização  via satélite acusava a cidade de Padre Paraíso, constando que o mesmo havia sido roubado.  



A PM foi acionada por ser área urbana mas em seguida foi contactada a Policia Rodoviária  Federal  em Itaobim-MG. Apos a chegada da PF a carreta foi apreendida e encaminhada ao deposito autorizado.

domingo, 12 de abril de 2015

2º Homicídio do mês em Padre Paraíso.


Em 12-04-2015 por volta da 19:h40min E.R.Leite “Vulgo Cece”  foi encontrado tombado  em uma travessa  entre a  Rua D. José Maria Pires e o escadão da BR 116, local escuro e de difícil acesso. Bairro Olinto Vieira (Morro do Sapo).

A PM foi acionada estavam  no local do crime  a guarnição composta   pelo Sd. Henrique e Sd.  Laender   aguardando a chegada da Policia Técnica  que já havia deslocado da Cidade de Pedra Azul a 155 KM de Padre Paraíso.

É o 2º Homicídio a menos de 15 dias em Padre Paraíso.

Vereadores de Medina acumulam diárias com repetidas visitas a gabinetes de deputados em BH

"Reportagem do Coruja do Vale do dia 12 de abril de 2015"



Políticos receberam em diárias até cinco vezes o valor dos seus vencimentos anuais; pelo menos quatro ganharam R$ 72,4 mil em 2014 pelas viagens

A grande maioria das visitas feitas pelos vereadores de Medina foi para o gabinete do deputado Duarte Bechir

Se não dá para fazer cursos de especialização em praias paradisíacas, como aconteceu em Ipatinga, viagens frequentes à capital mineira, principalmente, e também a Brasília ajudaram vereadores de Medina – no Vale do Jequitinhonha, uma das regiões mais pobres do Brasil – a reforçar seus salários. Eles receberam em diárias até cinco vezes o valor dos seus vencimentos anuais. Alvo de investigação sigilosa do Ministério Público Estadual, pelo menos quatro vereadores da cidade consumiram R$ 72,4 mil em 2014 para visitar gabinetes de deputados e órgãos públicos em Belo Horizonte e na capital federal. O valor pode até não chamar tanto a atenção, mas quando se considera a arrecadação de Medina, que não superou R$ 897 mil em janeiro de 2014, ele passa a ter um peso considerável nas contas públicas: representa 8% dessa receita mensal. Isso, sem considerar o gasto com os salários dos parlamentares, que chega a R$ 4,5 mil, e com a verba indenizatória, de R$ 2,2 mil. É bom ressaltar que os vereadores só participam de duas sessões plenárias por mês.

O campeão dos gastos com viagens a Belo Horizonte (a 670 quilômetros de distância de Medina) e a Brasília (a 930 quilômetros) é o vereador Sílvio de Azevedo (PSL), que recebeu R$ 22.240 somente em diárias no ano passado. Em seguida, está o vereador Ailson Batista Figueiredo, o Codó (PTB), com despesas de viagem no valor de R$ 17.828, que é acompanhado de perto por Domingos Edson Braga, o Dú Braga (PRB), que consumiu R$ 17.528,00. O presidente da Câmara, vereador Elísio Simões de Oliveira, o Lila (PMN), também não deu bom exemplo, gastando outros R$ 14.828 com diárias.

O que salta aos olhos não são apenas os valores gastos. A grande maioria das viagens de Lila, Codó e Sílvio Azevedo foi para visitas ao gabinete do deputado estadual Duarte Bechir (PSD), que teve a terceira maior votação na cidade, onde recebeu 1.444 votos em 2014. Parte dos atestados de presença – usados para justificar na Câmara de Medina a viagem a BH – era assinada pelo chefe de gabinete de Bechir, Jacó Souza Soares, denunciado pelo Ministério Público por envolvimento na Operação Pasárgada, que em 2008 apurou fraude de cerca de R$ 200 milhões, por meio de certidões negativas inidôneas de INSS para liberação do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para diversas cidades de Minas.

Sexta-feira Lila, que, como presidente do Legislativo municipal, autorizou as viagens, esteve pelo menos nove vezes no gabinete do parlamentar no ano passado. E mais: a cada viagem, eram pagas nunca menos que três diárias. Apesar de sexta-feira ser tradicionalmente um dia de pouca atividade parlamentar e normalmente usado pelos deputados para viajar às suas bases no interior, Lila veio a Belo Horizonte nas sextas-feiras 7 e 14 de março e 2 de maio do ano passado. Para as visitas em março, o parlamentar recebeu cinco diárias no total, cobrindo as despesas também no fim de semana, quando não há atividade parlamentar ou funcionamento de órgãos públicos. Em maio, foram quatro diárias para Brasília, a partir do dia 2, para participar da 2ª Mobilização Nacional de Vereadores em Brasília, que aconteceu apenas nos dias 6,7, e 8 daquele mês. Lila ainda deixou de comparecer a uma das duas únicas sessões mensais da Câmara Municipal em março. No dia 14, ele esteve no gabinete do deputado Bechir e recebeu duas diárias. As sessões da Câmara acontecem sempre nos dias 1º e 15 de cada mês.


Socorro Mas Lila não está sozinho. O campeão da gastança, vereador Sílvio Azevedo, também veio se socorrer ao deputado Duarte Bechir pelo menos oito vezes e, assim como o presidente da Casa, durante fins de semana e feriados. Durante o mês de maio, o parlamentar passou apenas 16 dias em sua cidade. No dia 2 daquele mês, uma sexta-feira, ele embarcou para Brasília, para acompanhar Lila na 2ª Mobilização Nacional de Vereadores, na capital federal. Passou lá quatro dias. Já no dia 12, retornou à capital para visitar o gabinete do deputado federal Rodrigo de Castro (PSDB), sob a alegação de buscar recursos para seu município. Recebeu uma diária. Novamente no dia 16, outra sexta-feira, veio a Belo Horizonte para visita ao mesmo parlamentar e permaneceu na cidade por cinco dias. E, finalmente, na sexta-feira, dia 30, retornou à capital mineira para, desta vez, uma visita ao gabinete do deputado Gustavo Corrêa (DEM). As demais viagens a BH, em julho, agosto, setembro e outubro, foram para visita ao gabinete de Bechir.

Rezando na mesma cartilha, o vereador Codó veio a Belo Horizonte pelo menos sete vezes para visita também a Bechir, entre março e dezembro do ano passado. As justificativas para a visita se resumiram a “tratar de assunto de interesse do município de Medina”. Codó também optou por viajar algumas vezes na sexta-feira e retomar seus contatos somente na segunda-feira, em razão do fim de semana. No entanto, as diárias englobaram os dias de descanso. Por sua vez, o vereador Domingos, apesar das várias viagens à capital, visitou outros gabinetes de deputados, além do de Bechir, como Mauro Lopes (PMDB), Rômulo Veneroso (PV), Duílio de Castro (PMN) e Sebastião Costa (PPS).


Confirmação O chefe de gabinete do deputado Duarte Bechir, Jacó Souza Soares, confirmou que a presença de vereadores de Medina no gabinete é frequente. Segundo ele, o deputado auxilia os políticos no agendamento de audiências com autoridades estaduais e também para participação de audiências públicas de interesse do município. No entanto, Jacó disse que não tem conhecimento de ter atestado a presença dos vereadores em feriados ou fins de semana. Jacó – que, de acordo com o Diário Legislativo de 26 de fevereiro, foi nomeado técnico executivo de gabinete II, por 8 horas, com exercício no gabinete da liderança do bloco Belo Compromisso com Minas – disse que não está formalmente acusado de envolvimento na fraude do FPM, revelada pela Operação Pasárgada, e, por isso, não existe impedimento no exercício da função.

O vereador Lila confirmou que já enviou à promotora Vanessa Aparecida Góes os relatórios das viagens e das diárias recebidas. No dia 17 de março, ela solicitou a remessa das informações de forma “pormenorizada e dividida por mês, o quantitativo das diárias concedidas” aos vereadores Lila, Sílvio Azevedo, Codó e Domingos Braga. No entanto, Lila disse que não há qualquer irregularidade nas idas a Belo Horizonte e Brasília. Segundo ele, as diárias referentes aos fins de semana são devolvidas aos cofres públicos e, portanto, os valores do portal da transparência do Tribunal de Contas do Estado refletem apenas o que foi “empenhado” para pagamento, e não o valor efetivamente pago. Os demais vereadores foram procurados pelo Estado de Minas e não retornaram as ligações.

Cursos no litoral

No mês passado, o Estado de Minas publicou uma série de reportagens sobre os gastos abusivos com diárias de viagem dos vereadores de Ipatinga, no Vale do Aço. Sob a justificativa de que estariam participando de cursos de aperfeiçoamento, os parlamentares viajaram para várias cidades do litoral nordestino, como Natal, Fortaleza, Maceió e João Pessoa, além de outros polos turísticos, como Foz do Iguaçu e Florianópolis. Um dos cursos frequentados por um grupo de vereadores, devidamente remunerados por diárias, aconteceu em Fortaleza entre 26 e 31 de dezembro, intervalo entre dois feriados e que tradicionalmente é reservado para festas de fim de ano. O Ministério Público já abriu um procedimento para investigar a gastança do dinheiro público.

"Reporter Metzker"

sábado, 11 de abril de 2015

Entrevista com Gonzaga Medeiros

Em 11-04-2015 Lentedovale entrevistou na Praça. Águas Marinhas em Padre Paraíso, Gonzaga Medeiros, presidente da Vale Mais que fala e convida todos a participarem do 32º Festivale do Salto da Divisa-MG nos dias 26 de julho a 01 de agosto de 2015.

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Posto JK assaltado mais uma vez em Padre Paraíso


Em 10-04-2015 por volta das 18:h00  o Posto JK da Av. Minas Gerais foi assaltado mais uma vez, PM foi acionada comparecendo no local a Guarnição composta pelo Sg; Silvio e Sd. Fabio Trindade, que apos breve rastreamento apreenderam os dois suspeitos, que foram removidos para  Delegacia Regional de Pedra Azul.


Jogos Escolares de Minas Gerais



quinta-feira, 9 de abril de 2015

Acidente na BR 116 KM 175 próximo a Padre Paraíso


Na madrugada do dia 09 de abril de 2015, por volta da  01:h00 o veículo Golf  cor  branca, capotou com 04 ocupantes no KM 175 da BR 116 próximo a Padre Paraíso. Rafael Pereira dos Santos veio a Óbito no local do acidente sendo removido pela, funerária Aliança para o IML de Teófilo Otoni-MG. 
Os demais ocupantes socorridos e encaminhados ao Hospital N. Senhora Mãe da Igreja de Padre Paraíso. 







Por volta das 9:h00 Lucineia Pereira foi removida  em estado grave para o Hospital em Teófilo Otoni.

Agência de venda de passagens é roubada em Padre Paraíso


Em 08-04-2015 por volta das 21h00 uma agência de venda de passagens da Gontijo  loja 03 da Av. Minas Gerais nº 958 em Padre Paraíso, foi roubada mais uma vez.

Conforme relatos da vitima dois marginais usando capôs   para não serem identificados, adentraram na loja apontando um revolver de cor preta para o Sr. R.T. Gomes , obrigando abrir o cofre levando a importância de  CR$ 100,00 (Cem reais em dinheiro ) e um  celular do funcionário além de danificar varias embalagens evadindo  em seguida tomando destino ignorado.

A PM foi acionada comparecendo no  local e  após  intenso rastreamento  no  sentido de localizar os marginais não obtiveram  êxito.

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Vice-Prefeito de Padre Paraiso declara porque afastou da Prefeitura


"Reportagem  de Coruja do Vale  do dia 08 de abril de 2015.







Conversa com o Parlamentar

Wanderson de Almeida Pedroso (conhecido como Nêgo Pitusca ou apenas Nêgo) ingressou na política ativa, porque via possibilidade de uma mudança radical no sistema politico da cidade que trilhava ainda, o mesmo processo provinciano, de mandatários com dotes feudais do município e originados a ele.

Sempre acontece assim, normalmente uma família do local que destaca financeiramente, adquire a posse social de líder e começa reger sua região territorial, com mandos e desmandos, escolhendo e indicando quem ocupará cargos políticos, fazendo inclusive, com que os residentes passam a obedecer às ordens da indicação, e literalmente seguir as regras impostas. “O coronelismo”, porém hoje mascarado pelo capitalismo.

Em 1902 aproximadamente, teve inicio o povoado às margens do córrego de Águas Vermelhas e São João, quando exploradores de pedras preciosas e cultivadores de café, ocupavam as terras da região, estes foram formando os grupos e marcando assim seus territórios, onde mandavam e desmandavam.

Hoje 115 anos depois a situação é a mesma, porém com personagens de nova geração, mas o imperialismo, a prepotência e a simulada escravidão permanecem. Tudo isso com uma maquiagem capitalista, acobertada por partidos e por grupos de facções individualistas.

Analisando, este período dos “Faraós” com o título atualizado por “Líderes Políticos”. Desde a adolescência, convivendo em família, assistindo encontros e ouvindo as conversas, passei a ver e entender que isso teria que passar por uma transformação, futurista.

Baseando que estamos numa localização privilegiada do estado, por ser uma região literalmente milionária no solo e subsolo, com uma terra fértil e uma malha rodoviária ampla para escoamentos, iniciei o parâmetro na educação, onde eu e todos os outros contemporâneos tivemos que fazer cursos técnicos e formações universitárias fora do nosso domicilio. A pergunta “por que”, me perseguia, se tínhamos tudo e isso não estava acontecendo. Eu, terei mesmo que sozinho,  fazer algo – diz Nêgo na sua explicação.

Aí comecei me interessar pela politica, pois é nela que encontramos soluções, embora também para os mercenários seja o núcleo de seus progressos.

É preciso entender que a política é o centro dos projetos, programas e execuções administrativas, portanto temos que adentrar mesmo que misturando sem envolvimentos pessoais, e praticar as ideias, criando setores, seguimentos de produção organizada e lucrativa de uma forma coletiva e populacional – Continua o vice-prefeito.

Wanderson, insatisfeito pela insatisfação da população, observou que em sua ocupação no cargo de vice-prefeito, não estava conseguindo atingir seu objetivo, porque sempre encontrava barreiras, obstruindo as passagens da organização lícita. No entanto quando aceitou o convite de ser um ativo na administração passando a ser um candidato às eleições, viu a oportunidade que precisava,  para a transformação tão desejada, mesmo porque as ideias estavam com a mesma direção, conjugando os mesmos verbos no plural.

Mas a duração deste objetivo no grupo durou pouco, fazendo assim acreditar que foi apenas uma estratégia da parceria, para ganhar espaço e o ocupar novamente por linha paralela nas diretrizes do poder. O que veio ser confirmado posteriormente nos atos desta administração.

Isso foi de contra todo meu preceito, conceito e objetivo, só via uma solução para isso – diz Nego.

Afastando, para não perder a confiança do meu povo e amigos próximos, que sempre acreditaram em minha índole.

Ao meu povo vou ainda contar minha história completa, e trazer a público o que pretendo para juntos analisarmos, e com a aprovação de todos, executar a transformação necessária, com a libertação dessa política medíocre, com esta ditadura simulada em democracia.

Finaliza o vice-prefeito-  esta narrativa, afirmando que na continuação irá trazer detalhes de erros e desacertos do período, com as conotações do estagnamento do progresso de Padre Paraiso.

Despede dizendo que: Contexto, sem texto vira pretexto.

Repórter Medzker.

















terça-feira, 7 de abril de 2015

Sou Vereador do Povo, e para ele vou legislar


"Reportagem  de  Coruja do Vale do dia 07-04-2015"


A população de uma forma generalizada desconhece as funções de uma administração municipal, desde o Executivo (prefeito e vice), até as atribuições e responsabilidades de um vereador.

Geralmente no primeiro exercício de um parlamentar (político ativo na ocupação do cargo eleito).
Este exerce na maior parte dos atos, com idealismo, ainda novato nas maldades e técnicas da politica, tornam-se polêmicos e o povo é realmente sua prioridade, até mesmo sem conhecimento literal daquilo que lhe compete.
 Portanto não fogem de suas responsabilidades e compromissos firmados com seus eleitores.

Há vereadores que não têm formações universitárias ou até mesmo o segundo grau completo, o que não impede de ser um excelente legislador da população.

A experiência, a observação e o exercício os colocam em posições de visões, teorias e práticas no decorrer de suas atividades. Tornando-os catedráticos em políticas.

O pivô desta reportagem é o Vereador Ivan Pereira Miranda, homem de índole forte e um defensor nato dos desprotegidos.

Ivan, contesta, detesta a desigualdade, repudia o abuso de autoridade, e irrita com o descaso.
Segundo Ivan Pereira Miranda, ingressou na politica, motivado por companheiros, pois em conversas e bate-papos, comentava sua visão nos erros e prepotências dos mandatários em sua cidade, desconhecendo os direitos da cidadania da população de baixa renda, ou de classe social distanciada dos opulentos. Principalmente os habitantes da zona rural, onde viveu da infância à adolescência, convivendo com os problemas da sobrevivência.

O Vereador

Já eleito, sendo um vereador do mesmo partido da prefeita (nas eleições), porém distante do grupo, Ivan vinha buscando, atender seu povo e de certa forma aqueles que lhe apoiou no pleito, tornando-o um vereador que fora eleito para legislar em prol da cidade.

Segundo Ivan, em hipótese alguma, deixaria de aprovar projetos que trouxesse beneficio para a população.

 Mesmo achando a administração individualista e imperadora aprovaria qualquer projeto de interesse populacional, mas não deixaria jamais de questionar a comprovação do benefício.
Na entrevista o Vereador, informou- Me consideram polêmico, até mesmo me qualificaram como político incompetente, isso não é verdade, posso provar no meu exercício, a minha capacidade. O que não afirmo é que tenho cursos técnicos de administração, contabilidade ou universitários, mas não me torna um ignorante, sou sim desconhecedor de algumas leis, mas não sou um infantil, sem cultura ou inocente para não entender as lógicas da legalidade.
Tanto, que quando percebo algo que me levanta suspeita da seriedade ou da veracidade, busco logo as justificativas com explicações claras e o regimento das leis, porém aí é gera atrito, pois sonegam as informações detalhadas.

Mas isto também vai acabou, pois estou tomando providencias para entender melhor as facilidades de falcatruas e desonestidades. Para entregar para a população aquilo que é direito e de minha responsabilidade como legislador.
Sou um dos culpados da cidade estar  neste caos, pois não insistia nas comprovações de minhas suspeitas. “Muitas vezes quando indagava,  a resposta era “isto é assim mesmo” ou então não tem jeito”.
Mas participando de congressos, seminários e reuniões, passei  analisar melhor e buscar com entendidos e peritos no assunto a clarividência para deixar claro de vez a autenticidade ou ilegalidade.

Muitas vezes afastei dos problemas, acreditando que sozinho não conseguiria acertar os desacertos da administração, assim como a omissão da câmara dos vereadores a qual faço parte.

Já disse em público e repetirei sempre, esta administração é prepotente, imperadora e arrogante, me provocando coações, caso eu não aprovasse os projetos de interesse da Administração, minhas filhas e parentes contratados seriam exonerados dos cargos ocupados.

Minha resposta sempre foi a mesma, “que sejam dispensados”, são profissionais e não devem ser subjugados, ou eu subornado para aprovações indevidas ou desinteressante à população.

São várias reivindicações que já solicitei da Câmara e da Prefeitura, sem resposta, mas estou ciente agora que, para cada caso, há uma providência e recursos, como no caso de Ouvidorias, Procuradorias, além dos Ministérios Públicos, sem contar com o CGU e CGM.

Dentro do período de minha ocupação na Câmara só tenho um feito, me atendendo em benefício popular. Que foi a pavimentação da ladeira de Duas Barras, que dá acesso a várias comunidades, como Americaninha, Bom Sucesso, Esperança, etc. O que fico agradecido, embora isso nada mais é do que obrigação do Sistema Administrativo.

Recentemente solicitei a justificativa da contratação de veículos terceirizados, que cobram R$ 3,00 por km rodado, e não entendi ainda ou me foi comprovado com a documentação e calculo desta necessidade.

Discordo plenamente, da abertura de uma estrada nova, ligando ao Córrego do Meio, sendo esta só trás beneficio ao proprietário do Trator que operou na abertura, sendo que a antiga trás beneficio coletivo aos residentes daquela zona rural, com o escoamento de seus produtos.
São várias providências que tenho que tomar para tornar real minha função de responsabilidade de vereador do povo.

Afirmo em voz clara e alta, sou povo, vereador do povo e para o povo é que luto.
Sei que esta entrevista não termina aqui, pois tenho muito mais informações para tornar pública por meio da imprensa. Mas com certeza de agora em diante estarei mais atento e presente no que diz respeito dos benefícios da população.

Aliado ou isolado, estarei buscando soluções mesmo que tenha que mobilizar autoridades federais ou partidárias.

"Repórter  Metzker"

domingo, 5 de abril de 2015

Mais um assassinato em Padre Paraíso



Foi assassinado hoje 05 de abril de 2015 por volta das  15h:00min Marlon  J. da Silva aproximadamente 23 anos. O assassino deflagrou vários tiros sobre a vitima que tombou ao lado de um Ônibus  na pista lateral da BR ll6 ou seja Av. Minas Gerais.

 Esta ficando comum a onda de crimes na cidade, desde pequenos furtos, roubos, assaltos a Agencias Bancarias e assassinatos em vias publicas muitos deles sem solução. A PM foi acionada comparecendo no local a guarnição composta pelo Sag. Maia e Sd. Woolf.

 Apesar de contarmos com   um   Pelotão ( estalado em papel)  o numero do efetivo  e viaturas é insuficiente para atender  a população violentada por facínoras.

Contamos com uma Delegacia da Polícia Civil uma Delegada e três Detetives mas quando há presos são encaminhados para a Delegacia Regional de Pedra Azul a  155-KM de Padre Paraíso.

Em 30-03-2015   a Escola Vila São João foi furtada pela terceira vez  em menos de 60 dias, conforme relatos de funcionários, surrupiaram toda a merenda escolar e um Note Book, causando  transtorno e evasão e escolar por falta de merenda.  

Até quando a falta de segurança vai perdurar em nossa cidade? 

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Arma apreendida na Bela Vista em Padre Paraíso.

Em 02-03-2015  por volta da 10h:30min a guarnição composta pelo Sag. Sílvio e Sd. Fábio Trindade em patrulhamento no Morro da Bela Visto avistaram um individuo portando uma  espingarda, o meliante logo que percebeu a presença da PM evadiu do local  embreando no matagal deixando a arma para traz. Após rastreamento só a arma foi encontrada no mato o marginal tomou destino ignorado. 

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Proposta que reduz maioridade penal é aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara

"Reportagem Coruja do Vale do dia 02 de abril de 2015"



Após duas semanas de intensos debates, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou a admissibilidade da proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93 que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos.

Os integrantes da CCJ rejeitaram por 43 votos contra e 21 a favor, o parecer do relator Luiz Couto (PT-PB), contrário à admissibilidade da proposta, por considerá-la inconstitucional. Com a rejeição, venceu a tese de que a alteração da maioridade não constitui cláusula pétrea da Constituição Federal. Em substituição a Couto, o deputado Marcos Rogério (PDT-RO) foi escolhido novo relator. Rogério apresentou voto em separado favorável à redução e teve seu parecer aprovado por 42 votos a favor e 17 contra.

Deputados comemoram a rejeição do parecer do relator contra a admissibilidade da PEC 171/93, que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Com a aprovação na CCJ, que avalia apenas os critérios de constitucionalidade, legalidade e técnica legislativa, será formada uma comissão especial para analisar o mérito da proposta. A comissão terá prazo de 40 sessões do plenário para dar seu parecer. Depois, a PEC será votada pelo plenário da Câmara em dois turnos. Para ser aprovada, a proposta precisa ter pelo menos 308 votos (três quintos dos deputados) em cada uma das votações.

Depois de aprovada na Câmara, a PEC seguirá para o Senado, onde será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e depois pelo plenário, onde precisa ser votada novamente em dois turnos.

A reunião da CCJ nesta terça-feira começou pouco depois das 10h. Partidos contrários à medida (PT, PSOL, PROS e PPS) entraram em obstrução. Um requerimento de retirada de pauta foi apresentado e rejeitado. Ontem (30), a votação da admissibilidade da proposta de emenda à Constituição (PEC) foi adiada após longa discussão e várias tentativas de obstrução. Por 41 votos a sete, os deputados da CCJ aprovaram requerimento para o encerramento da discussão, abrindo espaço para a votação da proposta.


A PEC 171/93 é a principal de 38 propostas apensadas a ela. Em seu voto, Marcos Rogério pediu a inadmissibilidade da PEC 349/2013 (apensada), sob o argumento de que a proposta abole a cláusula pétrea da Constituição que diz que “a lei penal não retroagirá, salvo para beneficiar o réu”. A PEC 349, de autoria da deputada Gorete Pereira (PR-CE), propunha uma nova redação para o artigo que passaria a ter o seguinte texto: “a lei penal não retroagirá, salvo para beneficiar o réu ou para punir ato infracional quando o agente atingir a maioridade penal.” Dentre as matérias apensadas, há propostas como a PEC 169, de 1999, para alterar o limite de idade da responsabilidade penal para 14 anos, e até para 12 anos (PEC nº 345, de 2004).Proposta que reduz maioridade penal é aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara

Após duas semanas de intensos debates, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou a admissibilidade da proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93 que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos.

Os integrantes da CCJ rejeitaram por 43 votos contra e 21 a favor, o parecer do relator Luiz Couto (PT-PB), contrário à admissibilidade da proposta, por considerá-la inconstitucional. Com a rejeição, venceu a tese de que a alteração da maioridade não constitui cláusula pétrea da Constituição Federal. Em substituição a Couto, o deputado Marcos Rogério (PDT-RO) foi escolhido novo relator. Rogério apresentou voto em separado favorável à redução e teve seu parecer aprovado por 42 votos a favor e 17 contra.

Deputados comemoram a rejeição do parecer do relator contra a admissibilidade da PEC 171/93, que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Com a aprovação na CCJ, que avalia apenas os critérios de constitucionalidade, legalidade e técnica legislativa, será formada uma comissão especial para analisar o mérito da proposta. A comissão terá prazo de 40 sessões do plenário para dar seu parecer. Depois, a PEC será votada pelo plenário da Câmara em dois turnos. Para ser aprovada, a proposta precisa ter pelo menos 308 votos (três quintos dos deputados) em cada uma das votações.

Depois de aprovada na Câmara, a PEC seguirá para o Senado, onde será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e depois pelo plenário, onde precisa ser votada novamente em dois turnos.

A reunião da CCJ nesta terça-feira começou pouco depois das 10h. Partidos contrários à medida (PT, PSOL, PROS e PPS) entraram em obstrução. Um requerimento de retirada de pauta foi apresentado e rejeitado. Ontem (30), a votação da admissibilidade da proposta de emenda à Constituição (PEC) foi adiada após longa discussão e várias tentativas de obstrução. Por 41 votos a sete, os deputados da CCJ aprovaram requerimento para o encerramento da discussão, abrindo espaço para a votação da proposta.


A PEC 171/93 é a principal de 38 propostas apensadas a ela. Em seu voto, Marcos Rogério pediu a inadmissibilidade da PEC 349/2013 (apensada), sob o argumento de que a proposta abole a cláusula pétrea da Constituição que diz que “a lei penal não retroagirá, salvo para beneficiar o réu”. A PEC 349, de autoria da deputada Gorete Pereira (PR-CE), propunha uma nova redação para o artigo que passaria a ter o seguinte texto: “a lei penal não retroagirá, salvo para beneficiar o réu ou para punir ato infracional quando o agente atingir a maioridade penal.” Dentre as matérias apensadas, há propostas como a PEC 169, de 1999, para alterar o limite de idade da responsabilidade penal para 14 anos, e até para 12 anos (PEC nº 345, de 2004).

Repórter Metzker

Prefeitura de Almenara rompe convênios com as Polícias Militar e Civil

"Reportagem Coruja do Vale do dia  02 de maio de 2015"



Crise financeira é a motivação para o rompimento dos convênios. Segundo o comandante do 44º BPM, os almenarenses não serão afetados pela medida adotada pela Prefeitura.

A Prefeitura Municipal de Almenara, no Vale do Jequitinhonha, enviou na última terça-feira, 31 de março, ofícios para o Comandante do 44º Batalhão e para o Delegado titular da Delegacia de Polícia Civil da cidade comunicando o encerramento dos convênios firmados entre as instituições e o município. Os ofícios foram assinados pelo Secretário Municipal de Administração, Planejamento, Desenvolvimento e Recursos Humanos, Raimundo Nonato Vieira.

A Polícia Militar de Minas Geais, é um dos órgãos de segurança do estado, mas para que seja instalada em qualquer território do estado é necessário celebrações de convênios com as prefeituras (manutenção e assistência com até combustíveis).

Este órgão de segurança é uma Corporação que desde a inscrição até seus deslocamentos para o serviço, lhes é cobrado tudo (fardamento, armas, munições, assistência medico hospitalar, medicamentos em fim tudo).

E onde ficam as verbas do estado que são consumidas pelos deputados e assessores, que, aliás, ganham ou são subsidiados até festas?

O Comandante Tenente Coronel Cláudio informou em público que a cidade e sua população nada sofrerão com relação à segurança. Óbvio que isto é uma justificativa de comandantes, como seus subordinados o fazem em defesa sócio-política do estado.

Por exemplo, no caso de viaturas e efetivos insuficientes em todo estado, mas no “sul de minas” e “triangulo mineiro” a situação é outra. Mas o pronunciamento de V.Sa foi uma grande tranquilidade para a cidade, mas e a micro região como estará?

Dentro da realidade do Médio Jequitinhonha  (só médio), qual a resposta do Excelentíssimo Comandante Geral do Estado, para o caos da segurança deficiente no médio Jequitinhonha, que a bandidagem circula livremente pelas ruas das cidades, dominando os povoados  com a ação de suas quadrilhas e porque não dizer cartéis?

Apenas uma gota desta enxurrada de facínoras agindo, temos um exemplo de Padre Paraíso com aproximadamente 21 mil habitantes, tendo instalado na cidade um pelotão existente apenas papel?

E Itaobim uma Companhia Independente! Independente de que? De formatura de policiais? De Despesas ou de Viaturas? Explica tudo isso para a população com a resposta executada em segurança real!
É preciso que tudo isso, seja convertido em realidade e o Governo do Estado tenha a responsabilidade de governar o estado por completo, não apenas a capital ou determinadas regiões.

A polícia Civil, nem se fala com tantos descréditos.


O Governo Federal precisa de um Ministério de Soluções, para entender e praticar prioridades, começando pela redução de impostos abusivos, que em Minas Gerais, trata-se do algoz do sistema mercantilista estadual.

" Repórter Metzker"

Governo de Minas publica lista com nomeação de 1.439 professores da Educação Básica

"Reportagem do Coruja do Vale do dia 02 de abril de 2015"




Até o final do ano, Estado pretende nomear aproximadamente 15 mil novos servidores

Foi publicada no Diário Oficial dos Poderes do Estado desta quarta-feira (1/4) uma lista com 1.439 nomeações de professores da rede estadual. A lista é a primeira publicada pelo atual Governo, que pretende nomear, até 2018, 60 mil novos servidores na pasta. Até o fim desse ano serão publicadas 15 mil nomeações, que contemplarão municípios de todas as regiões do Estado.

Nessa primeira lista, foram nomeados 1.125 professores dos anos finais do ensino fundamental e do ensino médio – Foto: Divulgação / Secretaria de Educação de Minas Gerais

Nessa primeira lista, foram nomeados 1.125 professores dos anos finais do ensino fundamental e do ensino médio, que são regentes de aula, e outros 314 professores dos anos iniciais do ensino fundamental, que são regentes de turma. A prioridade, portanto, foi dada aos profissionais que atuam nas últimas etapas da Educação Básica, nas quais há mais necessidade. “Nós fizemos filtros no nosso sistema de dados e procuramos mapear onde havia maior demanda por professores e aulas de anos finais e do ensino médio. Identificamos 17 municípios que agregam 30% dessas áreas em 677 escolas”, explica o subsecretário de Gestão de Recursos Humanos, Antonio David de Sousa Junior.

As nomeações são referentes ao Edital Seplag/SEE nº 01/2011 que incluía, além dos professores de educação básica, os cargos de Assistente Técnico de Educação Básica; Assistente Técnico Educacional; Analista Educacional; Analista Educacional/Inspeção Escolar; Especialista em Educação Básica/Orientação Educacional; e Especialista em Educação Básica/Supervisão Pedagógica. Nesse concurso, foram ofertadas 21.377 vagas, mas as nomeações desta quarta já estão além deste quantitativo. “Essas vagas atendem a uma diretriz da definição político-administrativa de nomear professores para além das vagas definidas em 2011”, afirma Antonio David de Sousa Junior. Clique aqui e veja a publicação completa (www.jornal.iof.mg.gov.br).

Recomposição do quadro

O objetivo do Governo do Estado com as novas nomeações é inverter a realidade do quadro de servidores da Secretaria de Estado de Educação. Atualmente, mais de 2/3 dos profissionais têm vínculo precário com o Estado (ex-efetivados ou designados). É prioridade do atual Governo inverter essa lógica e o objetivo é que, até o final dos quatro anos de gestão, sejam feitas 60 mil nomeações na Educação, sendo 15 mil por ano.

Com essa postura, o Governo do Estado busca inverter o cenário encontrado no quadro de servidores da Educação e garantir que, até 2018, ao menos 60% dos servidores do quadro sejam efetivos. A cada ano, a Secretaria de Educação e a Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) vão elaborar um calendário com a previsão de nomeação dos servidores aprovados em concursos.

Exames admissionais

Uma vez publicada a nomeação, o aprovado deve submeter-se a exame médico pré-admissional, a ser realizado pela Superintendência Central de Perícia Médica e Saúde Ocupacional (SCPMSO), da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). As perícias são realizadas em unidade central ou unidades regionais da Superintendência. Esses exames serão realizados no período entre 8 e 28 de abril. É de responsabilidade do candidato acompanhar o cronograma de realização dos exames no site da Seplag.

No dia da perícia, o candidato deve apresentar uma série de documentos, além dos resultados de exames laboratoriais exigidos em edital. A lista dos exames exigidos, assim como todas as informações necessárias sobre a perícia médica, podem ser encontradas na nota de esclarecimento nº 06, disponível também no site da Seplag. Recomenda-se que o candidato leia atentamente esse documento assim que sua nomeação for publicada. Os candidatos nomeados devem providenciar todos os exames exigidos no item 1.3 da nota de esclarecimento nº 6. É recomendado que documentos e exames sejam providenciados pelos candidatos tão logo sejam nomeados.

Para outras informações os candidatos podem entrar em contato com o RH Responde, pelo link disponível no menu superior do Portal do Servidor (portaldoservidor.mg.gov.br).

Prorrogação do concurso

O Concurso Público da Educação regido pelo Edital Seplag/SEE nº01/2011, publicado em 12 de julho de 2011, foi prorrogado. Para o cargo de “Professor da Educação Básica – Anos Iniciais”, que teve homologação publicada no dia 30/1/2013, o concurso permanecerá vigente até o dia 30/1/2017. Já para os demais cargos, que tiveram homologação no dia 15/11/2012, o concurso permanecerá vigente até o dia 15/11/2016. O prazo de validade era, inicialmente, de dois anos, mas foram prorrogados por igual período, conforme previsto em edital.

Outros concursos

No começo de março, foram aplicadas as provas de quatro editais divulgados pela Secretaria de Estado de Educação em 2014. Mais de 193 mil candidatos se inscreveram para concorrer a vagas nos Conservatórios Estaduais de Música de Minas Gerais, para o cargo de Professor de Educação Básica – Ensino Religioso, para cargos no Ensino Regular e no Ensino Especial. Foram ofertadas mais de 17 mil vagas.

Já o edital Seplag/SEE nº 07/2014, voltado à Educação Indígena, foi cancelado para atender a uma demanda das lideranças indígenas que, em reunião realizada no dia 13 de janeiro, solicitaram a suspensão do concurso alegando que uma discussão com as comunidades indígenas deve preceder a criação do edital. Mais detalhes podem ser obtidos na nota publicada no site da Secretaria de Estado de Educação.

Também foi parcialmente cancelado o Edital Seplag/ SEE nº 05/2014. Segundo o comunicado, foram observadas inconsistências nas exigências para a seleção de candidatos para o provimento de cargos da carreira de professor da Educação Básica, no que se refere ao Atendimento Educacional Especializado (AEE) – Intérprete de Libras, em função de não haver compatibilidade do cargo de professor da profissão de tradutor e intérprete de libras. (Agência Minas)
Repórter  Metzker