sábado, 12 de setembro de 2015

Roubo a Veículo na Zona Rural de Padre Paraíso.


Por volta das 20h10min, a guarnição composta pelo 3ºSgt PM Maia e SD PM Vespermann, receberam uma ligação telefônica através do aparelho  do cidadão J. T. de Souza, dizendo que seu amigo/conhecido sofreu uma emboscada e dois indivíduos armados roubou a sua camioneta marca Ford/Ranger, de cor prata que ele havia comprado há poucos dias, e que o fato ocorrera no Córrego Abelha Brava.

Os PMs deslocaram para o local do acontecimento visualizaram na estrada vicinal, um veiculo que foi incendiado e logo à frente no mata burro, haviam dois pedaços de madeira, colocados como contenção. 


A vitima senhor M.L. Simon, relatou: quando trafegava com sua camioneta marca FORD/RANGER, cor prata, placa PPI-2551, se deparou com dois pedaços de madeira colocados no mata burro, olhando no cenário se havia algum tipo de veiculo (motocicleta) com a não visualização desembarcou do veiculo para retirar as madeiras, sendo surpreendido por dois infratores da lei, que saíram da parte debaixo da estrada vicinal, próximo dum riacho, anunciando ¨Assalto¨ um deles ainda lhe perguntou se o veiculo havia rastreador; a vitima respondeu positivamente e um dos indivíduos disse: ¨sujou, sujou¨.


 A vitima ainda  relatou que um dos autores disse que não iria matá-lo, porém ordenou que corresse e não olhasse para trás, e assim fez, uma distancia aproximada de 300m (trezentos metros) deu uma olhada rápida pra trás, percebendo um clarão de luz que provavelmente seria do farol do carro e quando chegou na sua residencia rural assustado e tremulo realizou uma ligação telefônica para seu amigo Jeriel, explicando o ocorrido, e avisar a policia. 


Os autores tentaram roubar a camioneta, assim desistindo devido o veiculo possuir sistema de Monitoramento e Rastreamento, descontentes incendiaram o veiculo automotor que ficou totalmente queimado/inutilizado.


M. L.Simon não sabe precisar ou identificar através de fotografias ou vídeo tais indivíduos pois estes estavam usando capacetes de motocicletas para não serem reconhecidos. 


Foram feitos patrulhamento e rastreamento nas áreas rurais e posteriormente no perímetro urbano procedendo abordagens em veículos automotores e transeuntes em atitudes suspeitas, até o momento os autores não foram localizados. 
Fonte BO-1407

Nenhum comentário:

Postar um comentário