quarta-feira, 8 de abril de 2015

Vice-Prefeito de Padre Paraiso declara porque afastou da Prefeitura


"Reportagem  de Coruja do Vale  do dia 08 de abril de 2015.







Conversa com o Parlamentar

Wanderson de Almeida Pedroso (conhecido como Nêgo Pitusca ou apenas Nêgo) ingressou na política ativa, porque via possibilidade de uma mudança radical no sistema politico da cidade que trilhava ainda, o mesmo processo provinciano, de mandatários com dotes feudais do município e originados a ele.

Sempre acontece assim, normalmente uma família do local que destaca financeiramente, adquire a posse social de líder e começa reger sua região territorial, com mandos e desmandos, escolhendo e indicando quem ocupará cargos políticos, fazendo inclusive, com que os residentes passam a obedecer às ordens da indicação, e literalmente seguir as regras impostas. “O coronelismo”, porém hoje mascarado pelo capitalismo.

Em 1902 aproximadamente, teve inicio o povoado às margens do córrego de Águas Vermelhas e São João, quando exploradores de pedras preciosas e cultivadores de café, ocupavam as terras da região, estes foram formando os grupos e marcando assim seus territórios, onde mandavam e desmandavam.

Hoje 115 anos depois a situação é a mesma, porém com personagens de nova geração, mas o imperialismo, a prepotência e a simulada escravidão permanecem. Tudo isso com uma maquiagem capitalista, acobertada por partidos e por grupos de facções individualistas.

Analisando, este período dos “Faraós” com o título atualizado por “Líderes Políticos”. Desde a adolescência, convivendo em família, assistindo encontros e ouvindo as conversas, passei a ver e entender que isso teria que passar por uma transformação, futurista.

Baseando que estamos numa localização privilegiada do estado, por ser uma região literalmente milionária no solo e subsolo, com uma terra fértil e uma malha rodoviária ampla para escoamentos, iniciei o parâmetro na educação, onde eu e todos os outros contemporâneos tivemos que fazer cursos técnicos e formações universitárias fora do nosso domicilio. A pergunta “por que”, me perseguia, se tínhamos tudo e isso não estava acontecendo. Eu, terei mesmo que sozinho,  fazer algo – diz Nêgo na sua explicação.

Aí comecei me interessar pela politica, pois é nela que encontramos soluções, embora também para os mercenários seja o núcleo de seus progressos.

É preciso entender que a política é o centro dos projetos, programas e execuções administrativas, portanto temos que adentrar mesmo que misturando sem envolvimentos pessoais, e praticar as ideias, criando setores, seguimentos de produção organizada e lucrativa de uma forma coletiva e populacional – Continua o vice-prefeito.

Wanderson, insatisfeito pela insatisfação da população, observou que em sua ocupação no cargo de vice-prefeito, não estava conseguindo atingir seu objetivo, porque sempre encontrava barreiras, obstruindo as passagens da organização lícita. No entanto quando aceitou o convite de ser um ativo na administração passando a ser um candidato às eleições, viu a oportunidade que precisava,  para a transformação tão desejada, mesmo porque as ideias estavam com a mesma direção, conjugando os mesmos verbos no plural.

Mas a duração deste objetivo no grupo durou pouco, fazendo assim acreditar que foi apenas uma estratégia da parceria, para ganhar espaço e o ocupar novamente por linha paralela nas diretrizes do poder. O que veio ser confirmado posteriormente nos atos desta administração.

Isso foi de contra todo meu preceito, conceito e objetivo, só via uma solução para isso – diz Nego.

Afastando, para não perder a confiança do meu povo e amigos próximos, que sempre acreditaram em minha índole.

Ao meu povo vou ainda contar minha história completa, e trazer a público o que pretendo para juntos analisarmos, e com a aprovação de todos, executar a transformação necessária, com a libertação dessa política medíocre, com esta ditadura simulada em democracia.

Finaliza o vice-prefeito-  esta narrativa, afirmando que na continuação irá trazer detalhes de erros e desacertos do período, com as conotações do estagnamento do progresso de Padre Paraiso.

Despede dizendo que: Contexto, sem texto vira pretexto.

Repórter Medzker.