quarta-feira, 27 de maio de 2015

Mais uma morte em Padre Paraíso - " Latrocínio"


Em 25 de maio de 2015, por volta de 10h30, um senhor que transitava nas proximidades do Posto JK em Padre Paraíso sob a margem da rodovia federal (BR 116) foi assaltado por dois homens em uma moto cinza.

Na ação, efetuaram dois disparos contra a vítima e, assim, levaram certa quantia em dinheiro (será averiguado se foi a quantia de seis mil reais ou uma bolsa vazia).

A vítima conhecida por Tio Sam era comerciante em Padre Paraíso,  faleceu pouco depois de entrar no hospital local, portanto latrocínio consumado, ou sejam, matam para roubar. A PRF foi acionada para assumir a ocorrência.

PM e PC se uniram. Doze policiais, seis de cada força, foram ao encalço dos marginais com informações da rota de fuga.

No Povoado Pioneiro (área rural), houve a fuga de dois suspeitos a pé que abandonaram uma moto com as mesmas características daquela utilizada pelos infratores.

Um foi capturado e o outro evadiu por entre um matagal. Nas imediações, localizaram um revólver calibre 38 municiada com três cartuchos intactos e uma espingarda sem munição.

A motocicleta foi reconhecida por duas testemunhas como a que foi utilizada no latrocínio.  Suspeito preso.


Veículos e armas apreendidos conduzidos diretamente para a delegacia onde a PRF encerrou a ocorrência.

Decretado segredo de justiça para o caso da morte do jornalista Evany José Metzker -


O Juiz da primeira vara da comarca de Araçuaí Ricky Bert Biglione Guimarães decretou segredo de justiça para as investigações do caso do assassinato do jornalista Evany José Metzker, ocorrido na cidade de Padre Paraíso. O jornalista foi visto pela última vez no dia no dia 13/5 e o corpo foi encontrado no dia 18/5.

O segredo de justiça foi solicitado pelo delegado Emerson Morais, do Departamento de Investigações de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), chefe da equipe que investiga o crime na cidade.

 De acordo com o delegado, o segredo de justiça é importante em função da complexidade do caso, da dificuldade de se apurar evidências e da multiplicidade de possibilidades de motivações para o crime.

“O segredo de justiça é fundamental para assegurar o bom andamento das investigações, com preservação dos depoimentos, das diligências realizadas e pendentes de realização, além da restrição dos indícios já apurados”, afirmou.