domingo, 31 de maio de 2015

Polícia Civil busca provas e ouve novas testemunhas em investigação sobre a morte de jornalista em Padre Paraíso



Equipe do DHPP buscou vestígios no local em que o corpo foi encontrado e vai intensificar investigações
A equipe do Departamento de Investigações de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil de Minas Gerais esteve essa manhã no local em que o corpo do jornalista Evany José Metzker foi encontrado na segunda-feira (18/5). Os policiais liderados pelo delegado Emerson Morais foram em busca de algum vestígio que possa ajudar na sequência das investigações iniciadas, na segunda-feira, pela equipe da delegada de Padre Paraíso, Fabrícia Noronha.
Nesta fase da investigação, estão sendo ouvidas pessoas do convívio de Evany, assim como há uma tentativa de reprodução dos últimos passos da vítima. Até agora, oito pessoas já foram entrevistadas e ouvidas formalmente em cartório, pelas duas equipes. Segundo o delegado Emerson Morais, os trabalhos continuam nos próximos dias, sem prazo previamente determinado para a conclusão, porque não há somente uma linha de investigação. “Nenhuma linha investigativa pode ser descartada. Temos que trabalhar com todas as possibilidades, com apuração detalhada, criteriosa e abrangente”, enfatizou.
Ainda de acordo com o delegado Emerson Morais, não há qualquer registro formal de ameaças que Evany tenha recebido. No entanto, as possíveis ameaças serão investigadas, inclusive com novo depoimento da viúva, Ilma Chaves Silva Borges.
Por determinação do Governador Fernando Pimentel, a viúva receberá todo o atendimento que cabe ao Estado em casos como esse. Uma equipe de assistência social da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social vai entrar em contato com ela para sondar sobre possíveis necessidades e orientá-la sobre a possibilidade de utilização de serviços municipais de assistência social, além de apoio jurídico e psicossocial, que pode ser dado pelo Núcleo de Atendimento a Vítimas de Crimes Violentos (NAVCV) da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac).
Superintendência de Imprensa do Governo de Minas Gerais
Odilon Araujo Gonçalves (SEGOV)